Relato do parto.

Olá!

Como havia prometido aí vai o relato do meu parto.

Como falei no último post minha médica tinha marcado meu parto para o dia 19/06, embora a USG já estava indicando que já estava perto. Enfim, saí da clinica voltei pra casa e comecei a organizar as coisas, pois domingo dia 15 estaria indo para casa de meus pais e esperar por lá pelo dia 19.

Tudo pronto, partimos no domingo para casa de meus pais. Chegamos por volta de 6:30 da manhã. Não tiramos nada do carro e ficamos batendo papo com meus pais. Por volta das 7:30 fui colocar as meias de compressão. Sentada na cama conversando com minha tia e de repente... chuáááááá! 

Tiaaaaaa a bolsa rompeu! E aí começa todo o processo! Uma força tarefa pra tirar tooooodo material do carro e deixar apenas as minhas coisas e as do bebê. Meu esposo liga pra minha médica e ela NÃO está na cidade, mas pediu que ficasse calma, tomasse banho, comesse e chegasse as 10:00 na maternidade, pois por volta das 12:00 ela chegaria. 

Eu estava super tranquila e feliz, pois dali a algumas horas, estaria com meu amor em meus braços. 

Entrei no carro e sentei numa toalha de banho, pois estava perdendo muito liquido. Comecei a sentir as contrações (bemmmm fraquinhas) ainda no carro. 

Chegamos na emergência e logo fui atendida. A GO de plantão começou a me examinar e me fazer algumas perguntas básicas. Logo levei o primeiro toque! Estava com 2,5 de dilatação. Daí em diante as contrações começaram a ficar mais fortes, mas suportáveis. Escutou o coraçãozinho do bebê e graças a Deus estava tudo bem.

Ainda na emergência me colocaram numa sala com soro. As contrações começaram a ficar mais fortes, em curtos períodos de tempo e e as dores cada vez mais fortes. Nessa hora, já estava conosco meus sogros, cunhados e um se meus irmãos.

12:00 e nada da minha médica aparecer. Meu esposo  ligou e ela disse que estava chegando as 15:00 pois tinha pego um protesto na estrada. Pense!!!!!!!

Nisso as dores já estavam bemmmm mais fortes. A GO de plantão de uma e uma hora ia me ver e escutar o bebê. Ela novamente me deu outro toque e eu estava com 3,0 de dilatação. Olhou pra mim e disse: Que bom que fosse normal, não!

Por volta das 15:00 me levaram para o apto e as contrações ficaram ainda mais fortes. Gente! O que era aquela dor! Muito forte! Eu me contorcia toda na cama e pedia a Deus que mandasse aquela médica, pois já não estava mais suportando.

As 15:30 foram chegando as pessoas da equipe dela: A instrumentadora, a enfermeira, a pediatra, a anestesista e por último a bendita chegou! Glórias a Deus!

Ela me deu outro toque e estava com 3,5. Logo chegou o maqueiro com uma cadeira de rodas, mas eu não tive condições de me levantar. Era muita dor! Logo ele chegou com uma maca e lá fomos nós.

Já na sala do parto começaram os preparativos. A anestesista logo veio e me aplicou a raque. Dalí em diante as dores foram diminuindo e começou! Meu Deus! Dalí a alguns minutos eu estaria vendo meu bebê.

Durante todo o parto eu pensava sempre em Deus e pedia que Ele direcionasse aquela equipe e que tudo viesse a correr bem.

De repente escuto a pediatra, NASCEU! Nesse momento passou um filme na minha cabeça. Estava alí, meu sonho realizado.

Diante do seu choro eu não pude conter as minhas lágrimas e chorei também. Deus havia realizado o desejo do meu coração e me deu um filho. GLÓRIAS A DEUS!!!!!!!

Depois de alguns minutos fui para o quarto e com pouco tempo chegou o meu milagre. Estava alí! Bem diante dos meus olhos. Era perfeito e lindo! Nascera com 49 cm e com 3,115 gramas.

Ops! Alguém pode me me perguntar, e porque não foi normal? Porque não tive passagem e a médica achou melhor fazer uma cesariana.

Logo lhe foi lhe apresentado o peito e como um bezerrinho novo foi logo mamando. Um amor!

Bem gente, esse foi o relato do dia mais importante da minha vida. O dia em que Deus separou para cumprir sua promessa em minha vida.

Vale a pena, esperar em Deus e crer que Ele ainda realiza o impossível na vida dos seus.




1 mês antes do parto.

Olá minhas queridas! Tudo bem com vocês? 
Bem aí vai o relato de como foi o os dias que antecederam o meu parto.
Minha gestação transcorreu muito bem graças a Deus, só um susto com 7 semanas, mas graças a Deus tudo ficou bem. 

Até as 34 semanas eu estava me sentindo super disposta, não estava tão inchada, as dores não incomodavam tanto e continuava trabalhando. Mas com 36 comecei a sentir muitas dores nas costas e minhas pernas começaram a ficar vermelhas e estava impossível andar. Meu corpo só queria descansar. Tudo doía! E dormir era quase impossível. Não tinha posição e me levantava muito pra fazer xixi.

Por causa do vermelhão das pernas, fui a emergência e lá suspeitaram de trombose. Fiz uma USG e graças a Deus não deu nada, era apenas a circulação devido ao peso da barriga. Também fiz uns exames de sangue a alguns deram alterados. Fui orientada a usar meias de compressão. Ajudaram bastante. Recomendo as gravidinhas.

Levei tudo pra minha GO e ela me encaminhou para um hematologista para verificar essa alteração nos exames de sangue. Graças a Deus tudo estava normal. Segundo a hematologista essa alteração era inerente a idade gestacional.

Levei todos os exames da emergência para minha médica e restava apenas uma última UGS obstétrica e marcar a cesária. Saí de lá com a data e hora, 19 de junho, as 20;00 e pediu que voltasse no dia 13 de junho.

A minha USG foi marcada dia 10, e segundo o médico a placenta estava madura, grau 3, e o bebê podia nascer a qualquer hora.

Dia 11 fui trabalhar. Meu último dia na escola. Pra minha surpresa fizeram um chá de fraldas pra mim. Já estava com minha licença maternidade e faltava apenas dá entrada.

Dia 13 voltei pra médica, ela queria adiantar o parto, mas achou que eu chegaria até o dia 19, mas, dia 15 a bolsa rompeu. 

Bem, a continuação e o relato do parto, segue no próximo post.

Um xero mamães e tentantes.

Última foto da barrigola



Um milagre chamado Kaleb

Olá meninas! Quanto tempo! saudades desse cantinho aqui, mas a maternidade tem me tomado um tempinho. Mas aqui estou outra vez!

Esse post é mais que especial, pois ele trata do meu milagre. O meu filho.

Acompanhe a minha história.

Esse não é um post para se falar muito, mas por favor, leiam até ao fim. Prometo ser sucinta e não vou cansar ninguém, mas, de  forma nenhuma eu não podia deixar de compartilhar com vocês o grande milagre que Deus realizou em meu ventre. Tenho certeza que Deus falará aos vossos corações. Sejam edificadas!


Eu comentei aqui, que tinha feito a minha vídeolaparoscopia, mas não, o que o médico me falou após.


Tudo começou quando meu médico me pediu para fazer a histerossalpingografia...




 Como vocês podem ver pela conclusão do exame, minhas trompas (ambas) estavam obstruídas e por isso não engravidava naturalmente. Mas haveria uma possibilidade de "tentar" desobstruí - las através  da videolaparoscopia.

Pois bem, fiz a vídeo no dia 20 de dezembro de 2012.

Dia 08 de janeiro de 2013, volto ao médico que a realizou para pegar o laudo...




O laudo já diz tudo e como vocês perceberam, segundo a medicina, eu não podia mais engravidar naturalmente, a não ser através de uma fertilização in vitro.  

E agora? O que fazer? Desistir? Desesperar? Não! Diante de todas essas coisas, Deus continuava sempre falando ao meu coração... “Eu posso!”

Não permiti que nenhum sentimento destrutivo  entrasse em meu coração, eu só fiz uma coisa: chorei... e chorava aos pés do meu Deus e pedia todos os momentos  para que Ele fizesse um milagre em meu ventre.

Fiz de combustível para minha fé o refrão da música da Aline barros que diz: “Quando o que era difícil se torna impossível, Deus começa a agir. Ele abre sempre uma porta onde não há saída, e o impossível faz acontecer.”

Na minha vida estava assim. Não apenas difícil, mas impossível, mas Deus abriu uma porta e fez 
o impossível acontecer. Deus fez em meu ventre, um caminho de milagres e abriu a minha madre. Eu sempre acreditei em Sua palavra e sabia que mais ou menos dias, o milagre iria acontecer em meu ventre. E aconteceu!!!!!

Em setembro de 2013, comecei a senti uns sintomas diferentes. Não contei nada pra meu esposo e preferi esperar mais um pouco. Com 5 dias, os sintomas ficaram bem evidentes, então preferi fazer um teste de farmácia, e pra minha surpresa, lá estavam as duas tão sonhadas listrinhas. Não me contendo, fui ao laboratório e fiz um exame de sangue, e pra glória de Deus, o exame tinha dado positivo. Pronto! A notícia mais que sonhada: Eu estava grávida! Fiz uma ultrassonografia e meu bebê não estava nas trompas, estava no lugar certo. Glórias a Deus!!!!!!
Mesmo diante da benção, Deus provou a minha fé.

Com 7 semanas, tive um princípio de aborto, mas Deus pela sua bondade e misericórdia e não deixou que viesse a perder meu filho. 

Com 11 semanas, fiz uma ultrassonografia chamada Translucência Nucal, o resultado desse exame deu alterado, quando até 2,5mm é considerado normal, o meu deu 3,1mm.
Segundo minha médica, diante desse exame alterado meu bebê podia nascer com algum tipo de síndrome.
Confesso que minha fé ficou abalada diante desse fato, mas eu não podia deixar de crer.
Os meses foram passando e minha gestação foi correndo normalmente. O parto foi marcado, mas 4 dias antes, a bolsa rompeu e as 16:05 do dia 15 de junho nascia meu Kaleb, perfeito e saudável para glória de Deus. Diante do seu choro, eu não pude conter as minhas lágrimas. Lágrimas de júbilo, de louvor, de alegria! Alí, estava, bem ao meu lado a promessa e o milagre de Deus cumprido em minha vida.
Eu não posso deixar de agradecer a esse Deus tão fiel, que cumpre com o desejo do nosso coração e cuida da gente nos mínimos detalhes. Ele pode todas as coisas! Sua palavra diz que para Ele todas as coisas são possíveis. 



Hoje eu posso dizer que o inverno (a angústia, a ansiedade, a tristeza, a frustração, a espera, a zombaria...) passou e o tempo de cantar ( a alegria, felicidade, júbilo, gozo...) chegou.

Eu não sei qual tipo de “esterilidade” que você se encontra nesse momento, mas quero te encorajar a crer nesse Deus que faz da estéril, mãe de filhos. Ele é o mesmo Deus. Seu poder é imutável e Ele continua sendo o Deus do impossível. Apenas creia e receba pela fé o seu milagre.




Kaleb nasceu!

Meninas meu príncipe nasceu!
O parto estava programado para o dia 19, mas Deus quis que fosse antes. 
Domingo dia 15 pela manhã a bolsa rompeu e as 16:05, nasceu Kaleb, perfeito e saudável para glória de Deus. 
Em breve mais notícias!

Um xero meninas!



Dando notícias! Estamos na reta final!


Olá meninas! 

Antes de tudo milhões de desculpas, sei que já faz um tempinho que eu não atualizo notícias sobre minha gestação.  Tenho corrido muito pra deixar tudo direitinho pra chegada do meu pequeno. 
Hoje oficialmente deixo de trabalhar. A escola entrou de recesso devido a copa, e graças a Deus tudo ocorreu bem comigo e com meu bebê durante o semestre. Dia 16 estarei dando entrada em minha licença maternidade.

Tenho ido mensalmente as consultas de pré natal e graças a Deus tudo tem transcorrido bem. Minha pressão e peso estão ok, graças a Deus! 

A 15 dias atrás minhas pernas e pés, principalmente o lado direito, ficaram bem inchados e vermelhos. Não exitei e fui a emergência. A médica pediu uma USG dos membros inferiores, pois suspeitou de uma trombose, e exames de sangue. 
Graças a Deus não era trombose, segundo ela, era o peso da barriga que estava comprometendo a circulação. Mesmo dando tudo normal, a GO da emergência pediu que levasse os exames para minha GO. 

Levei e ela percebeu uma alteração no exame de sangue, principalmente no D Dímero e no Fibrinogênio. Ela de pronto me encaminhou pra um Hematologista e pediu um parecer dele.

Consegui marcar, a tal especialidade e confesso, meu coração ficou na mão! Mas graças a Deus, segundo a hematologista, essas alterações eram inerentes a idade gestacional e se não houvesse as alterações, aí sim, ela estaria preocupada, pois meu corpo não estava reagindo. Me recomendou usar meias de compressão, e é o que tem me ajudado principalmente na circulação. 

De uns 15 dias pra cá tenho sentido umas dores na lombar e pernas. Estou tendo dificuldades pra andar, sentar, e principalmente dormir. Estou descansando o máximo que posso, mas com essa correria é impossível! 

Ontem fiz a última USG. A placenta já está em grau 3, indicando que já está maduro. O bebê está com 49 centímetros e 3.377 gramas e graças a Papai do céu tudo está bem.

Meninas, meu parto já tem dia e hora marcada (provável). Dia 19, as 21:00 estamos entrando na sala de cirurgia para cesária, mas tenho orado e pedido para que o Senhor direcione esse momento 

Amanhã completo 37 semanas, Ainda tem alguns dias pra ele crescer e engordar mais um pouquinho. 

Não tenho palavras pra expressar a minha felicidade diante desse momento. estou prestes a ter meu bebê em meus braços.

A um tempo atrás eu estava aqui, contando sobre minha vontade de ser mãe, e hoje, estou contando sobre a data do meu parto! Deus é fiel! E verdadeiramente cumpre com o desejo do nosso coração.

Um grande beijo no coração de vocês. 

Atualizando... Nossas compras.

Olá meninas!

Como vocês? Por aqui estamos caminhando bem, graças a Deus.
Chegamos a 26ª semana e estamos numa correria só! Já estamos caminhando pro 3º trimestre e a ansiedade a cada dia aumenta, para termos nosso pequeno conosco.

Já fazia um tempinho que começamos a comprar os materias para o nosso herdeiro. Desde que descobrimos minha gravidez, comecamos a poupar dinheiro para as compras do nosso bebê. Abrimos mão de nossa viagem de férias e de muitas outras coisas para comprarmos tudo a vista. Confesso que fiquei um pouco assustada com os valores. Nunca pensei que coisas de bebê fosse tão cara!!!!! rsrsrsrs

Semana passada fui ao centro da cidade e mandei ver! Andei até umas horas, o pé queimava e as pernas também, mas consegui comprar o necessário, sem exageros, claro. Ontem o berço, o colchão e a cômoda chegaram. Optamos por não comprar o guarda roupa, nosso apto só tem a penas dois quartos. Um dos quartos servia para guardar um monte de coisas, presentes de casamento, livros, computador e blá, blá...

Tivemos que dar uma "geral" nesse quarto. Optamos por comprar um guarda roupa maior para nosso quarto e o antigo colocamos no quarto de bebê e conseguimos guardar tudo nele. Contudo ainda sobraram três partes do quarto e é nesse espaço que vamos montar o quartinho.

Ainda não montamos nada, pois ainda falta pintar o quarto e a instalação das grades das janela. Mas, pretendemos agilizar tudo, semana que vem e organizar o cantinho do nosso filho.

Comprei praticamente tudo! Deus tem me dado saúde e disposição, então estou aproveitando cada minuto para resolver essas questões.

Hoje estarei apenas postando os móveis, carrinho, bebê conforto, colchão, banheira, balde ofurô e berço portátil. Os outros itens será num outro post.

Meninas todas as imagens são meramente ilustrativas, tá! Puxei tudo da net.

Esse são os modelos da cômoda do berço e do colchão. Lembrando que esse berço é 3 em 1. É berço, mimi cama e sofá. Esse não foi o o berço escolhido a princípio, mas o rapaz da entrega ligou pra mim e disse que o berço que tinha escolhido tinha vindo com avarias e não  sabia quando chegaria no estoque. Diante disso, a loja me ofereceu esse berço, ele é até mais caro, mas eu gostei e preferi optar pela sugestão da loja.


Outra compra que eu adorei, foi esse berço portátil. Ele será a princípio como berço e posteriormente como quadrado. Comprei esse berço na intenção de colocar em meu quarto nos primeiros meses, daí não mexeria no berço do quarto e como o nome já diz, ele é portátil, monta, desmonta facilmente e cabe direitinho na mala do carro, dá pra levar pra casa da sogra, da mamãe, pra casa da praia, enfim pra todo lugar. Logo depois do parto, não virei pra minha casa e sim pra casa dos meus pais e esse berço será de grande utilidade. Há comprei um colchão também, já que o colchão do berço é um pouco duro.


Essa e a banheira e o balde ofurô.Pretendo comprar mais uns dois baldes pra lavar as roupinhas dele.


Por fim compramos um kit de carrinho e bebê conforto. Optamos pelo kit, pois foi bem mais barato. Gostamos da estampa e é bem confortável. Já testamos e graças a Deus tudo está funcionando bem.


Bem meninas, por enquanto é isso! Em breve escrevo outro post mostrando o resto das coisas que comprei. Agradeço a Deus por tudo, pois não me canso de dizer que Ele é o grande responsável por toda essa alegria em minha vida. Parece um sonho! Mas é realidade! Vou ser mãe! Deus me concedeu esse privilégio e eu não posso deixar de ser grata a Ele.

"Pois dele, por Ele e para Ele são todas as coisas. A Ele seja a glória para sempre! Amém."

Um beijo no coração meninas!







USG Morfológica, sexo e outras...

Olá meninas!

Chegamos a 24ª semana graças a Deus! Eu nem acredito que "ontem" minha monstra atrasou e hoje chego a 24ª semana. Glórias a Deus por isso!

Dia 27 de fevereiro fiz a morfológica. Confesso que estava meio ansiosa, principalmente pra ver se estava tudo bem com meu baby. Minha médica me indicou um médico conhecido dela pra fazer a USG. Infelizmente meu plano não cobria, mas fiz assim mesmo. Ela disse que por ser um exame importante, o bom seria com alguém que ela conhecesse.

Pois bem, fiz com esse médico. Realmente, um excelente profissional. Falava comigo o tempo todo. Ia mostrando os órgãos do bebê, e respondendo todas as minhas perguntas.

Logo quando entrei eu disse: "Doutor, qualquer sinal de sexo, por favor, GRITE!" Ele muito descontraído brincou: "Há, então foi seu esposo, que ligou agora de manhã dizendo que não era pra dizer o sexo!"
"Nãooooo doutor, ele tá mais ansioso do que eu!"

E nessa descontração toda... eis que surge a tão esperada notícia: "Tá vendo o caju e a castanha?????" Confesso que fiquei com vergonha do tal doutor! rsrsrs

Bem meninas, é isso mesmo: É um MENINOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Saindo da sala já liguei logo pro maridão, mãe, tia, amigas de trabalho, papagaio, periquito.... Foi uma alegria só!

Graças a Deus tudo está bem. Todos os órgãos formados e funcionando bem, e sem falar que o menino aqui mexe até umas horas! Glórias a Deus!

Minhas noites que não estão muito tranquilas. Quase já não consigo dormir, por causa da barrigola, e sem falar da vontade de fazer xixi. Eu me levanto sei lá quantas vezes na noite para urinar. Mas tudo bem, faz parte não é!?

Graças a Deus voltei a trabalhar e estamos bem. Tô evitando tudo que me faz mal: frituras, refrigerantes, carnes mal passadas e principalmente o temido sal. Me sinto apenas um pouco cansada no final do dia, e percebo meus pés incharem um pouco. Mas logo de manhã percebo que tudo volta ao normal.

O bebê está com aproximadamente 712 gramas e segundo o médico um bom peso pra idade gestacional.

Dia 13 de março terei mais uma consulta do pré-natal. Tô super feliz e com uma vontade enorme que o tempo voe, para ter em meus braços o meu mais novo amor.

Já compramos alguns itens do quarto, mas isso é um outro post.

Não tenho palavras pra agradecer ao meu Deus por esse tão grande privilégio, privilégio esse que me deu de gerar uma vida. Sou feliz por sua bondade, misericórdia e fidelidade.

A Ele toda a minha gratidão e todo o meu louvor.

Um xero no coração meninas.